Serial Games II Edição: Nier Automata

Robôs agindo como humanos ou nós que agimos de forma robótica?

Nascido da parceria da Square Enix e a Platinum Games. Nier Automata se passa num futuro distante, no qual uma força robótica vinda do espaço quase dizimou os humanos, assim obrigando os sobreviventes a migrarem para Lua. Nesse jogo, nós acompanhamos a história da protagonista 2B (acompanhada do novato 9S), uma Androide do grupo de Elite de combate YoRHa, unidade criada para aniquilar os seres metálicos que agora residem na Terra. O contexto pode parecer fútil e batido, mas ao longo dessa jornada, iremos presenciar acontecimentos únicos.

A trama tem um desenvolvimento lento no começo, mas após algumas horas de jogatina nós vamos percebendo que o carisma não está centrado nos heróis mas sim nos tais robôs, de fato, a sua grande maioria tem uma presença hostil e simulada, porem outros apresentam um comportamento similar ao do Homem, chegando ao ponto de existirem facções de robôs com opiniões diferentes do proposito pelo qual eles foram criados, abordando assuntos como família, medo da morte, pacificação e até mesmo um grupo religioso, Sim ! Existe alguns deles passaram a acreditar em Deus! Nos deixando com um ponto de interrogação na cabeça ao pensar o porquê disso tudo estar acontecendo, claro que tudo vai ficando mais claro com o passar do tempo.

A jogabilidade pode ser resumida como uma versão simplificada do combate de Bayonetta ou Devil may Cry mas com o diferencial de se passar em um mundo aberto e com diversos elementos dos RPGs, contanto com missões paralelas, exploração do mapa e aumento de Level, há também momentos em que controlamos um mecha e temos uma experiência bem similar aos antigos jogos de “navinha” dos anos 80.

Composto por Keiichi Okabe e Keigo Hoashi, a trilha sonora é magnifica, tudo se encaixa com cada situação ou com o background dos personagens, algumas canções lembram músicas que já ouvimos em alguns filmes como Ghost in the Shell (confiram a nossa crítica do filme inspirado neste link), Coraline e até mesmo Hotel Ruanda. Nossos Destaques ficam para o tema de Amusemente Park, Beautiful Song e Alien manifestation.

Infelizmente nem tudo são flores, os gráficos estão longe do padrão de beleza dos jogos atuais, isso fica nítido logo nos primeiros minutos e na taxa de quadros por segundo que caem em certos momentos. Outro ponto negativo são as missões paralelas, a sua grande maioria se resume à busca e leva de itens, sem falar das que se repetem. Por fim, como já foi citado, o enredo demora algumas horas para engrenar, podendo fazer com que muitos jogadores se desinteressem nele e passem apenas olhar para o combate, o que realmente é algo perigoso já que Nier possui um total de 26 finais diferentes e caçar eles requerem atenção quadrupla pois são apresentados em 4 campanhas.

 

Nier Automata foi uma grande surpresa para nós, apesar de problemas técnicos, ele é facilmente citado como um dos melhores jogos desse começo de 2017 e entra em uma briga interna entre os fãs da Platinum Games pois agora Bayonetta tem um grande concorrente a jogo favorito dessa empresa.

Nota :

 

 

Serial Games II Edição by Raphael Tadokoro.
Para conferir a I Edição cliquem neste link).

Raphael x Raphael – Bio:

Músico, cosplayer e fanático por games, sua coleção de itens relacionados a jogos está sendo acumulada desde 1996, decidiu transformar sua paixão em realizações, fez parte do grupo cenográfico do Games Classic Show por 4 anos. Venceu 10 concursos de cosplay (todos como personagens de jogos) sendo que um deles ganhou uma postagem oficial pela Ubisoft Brasil. Realizou shows musicais que incluíram no seu repertório melodias das franquias Megaman, Top gear, The Legend of Zelda e Street Fighter. Buscando um novo território, decidiu juntar-se à equipe do Serial Cookies para escrever reviews sobre esse assunto.

raphabio

Além do Serial Cookies Rapha & Lulu fazem parte da banda Hikaru Squad; tocam o estilo J-Rock, trilhas de animes e filmes e também têm em seu repertório temas de games. Confiram o trabalho da banda nos seguintes links: Youtube – FacebookInstagramTwitter.